Corumbá solicita medidas de segurança quanto ao acesso da Torre de Telefonia em Nioaque

 

 

Em sessão ordinária do dia 05/12, pelo vereador João Carlos Vera Gonçalves (PSB) foi apresentado requerimento direcionado a João Henrique de Abreu, Departamento da Diretoria Mercado Corporativo Governo/MS, requerendo adoção de medidas para aumentar a segurança quanto ao acesso de cidadãos a Torre de retransmissão do sinal telefônico da Empresa OI, localizada na Rua Guia Lopes, Bairro Jardim Ouro Verde, com instalação de cerca elétrica em todos seu contorno e acima do portão, ou ainda com a designação de um agente patrimonial 24 horas no local.

 

Justificando seu pedido, Corumbá disse que verificando a estrutura de proteção existente na referido local onde situa-se a torre, em que foi  constatado que é necessária a adoção urgente de medidas para aumentar a segurança a fim de evitar que cidadãos adentrem o espaço, vez que está tendo  sérias reclamações tanto em atos de vandalismo, como registros de atos de atentado a própria vida. Junto ao  requerimento foi enviado cópias de ocorrências, sendo que alguns cidadãos adentram facilmente no local e escalam a torre como mero ato de aventura, e outros casos como fonte de ato contra a própria vida. A tela alambrado existente na parte frontal e uma lateral da área tem altura de 2,05 e o portão 1,77, e sendo que nos limites com os  terrenos de uma das laterais e fundo, contam apenas com  muros de altura mediana, não impedindo tais ações.   “Ainda, devemos registrar que não se mostra coerente aguardar a ocorrência de acidentes e fatalidades no local para que só posteriormente haja reforço na segurança. Desta forma, requeremos a adoção de medidas para sanar os problemas existentes no local apontado, com instalação de grades de proteção mais altas na área, bem como implantação de cerca elétrica, ou ainda a permanência de um agente patrimonial para fazer a segurança diária da localidade”, finalizou o vereador que obteve apoio em assinaturas dos vereadores: Danilo Catti (PSDB), Silas Ferreira (PSDB) e Luís Fina (PT) , com aprovação por unanimidade.

 

 

 

 

 

Edição e fotos: Elizete Maidana